Sistema Eletrônico de Administração de Eventos - UERGS, VII Salão integrado de ensino, pesquisa e extensão, III Jornada de Pós-graduação e II Seminário sobre Territorialidade

Tamanho da fonte: 
ELABORAÇÃO DE PLANO DE GERENCIAMENTO DOS RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE (PGRSS) DO HOSPITAL DE CARIDADE FREI CLEMENTE (SOLEDADE/RS)
Rita Belo de CARVALHO, Valdeni Leandro Pinto dos SANTOS, Marta Martins Barbosa PRESTES, Erli Schneider COSTA, Daniela Mueller de LARA

Última alteração: 2017-08-26

Resumo


A inexistência de diretrizes claras sobre o gerenciamento adequado dos resíduos sólidos no Brasil acarreta vários problemas à saúde pública e à preservação dos recursos naturais. Um dos agravantes desses problemas é o descarte irregular dos resíduos oriundos de serviços de saúde e merece ser destacado. Neste sentido, a necessidade de ações claras e objetivas para o correto gerenciamento dos resíduos como um todo e, especificamente, para os provindos de serviços de saúde torna-se incontestável. Para tal são extremamente necessárias a organização e a sistematização das fontes geradoras e, fundamentalmente, o despertar de uma consciência coletiva quanto às responsabilidades individuais deste tema. Assim, este trabalho tem como objetivo geral a elaboração do Plano de Gerenciamento dos Resíduos de Serviços de Saúde (PGRSS) do Hospital de Caridade Frei Clemente do município de Soledade/RS. A metodologia adotada neste projeto foi a pesquisa-ação, por necessitar de envolvimento e participação dos colaboradores do hospital bem como da comunidade acadêmica idealizadora do projeto. O mesmo foi dividido em quatro etapas: 1ª) Diagnóstico atual de gerenciamento dos resíduos de saúde no ambiente hospitalar por meio de visita técnica, registros fotográficos e observações referentes as normas da ANVISA e do CONAMA; 2ª) Seleção e mapeamento dos principais processos de geração de resíduos; 3ª) Levantamento quali-quantitativo dos resíduos, bem como sua identificação, manuseio, segregação, tratamento prévio, acondicionamento e armazenamento interno e definição da destinação adequada; e 4ª) Elaboração do PGRSS. O projeto encontra-se na 3a etapa. Dentre os principais resultados destacamos a caracterização da situação atual dos resíduos através do mapeamento (input e output) dos principais processos e o levantamento dos dados quali-quantitativos dos resíduos de serviços de saúde do hospital. Com a conclusão das três etapas mencionadas, ainda serão realizadas oficinas de educação ambiental e sensibilização com os colaboradores, além da elaboração do PGRSS. Entendemos que o projeto colaborará com o sistema hospitalar por meio da facilitação do gerenciamento adequado dos resíduos. Isto será positivo uma vez que irá assegurar diretamente a proteção dos colaboradores e, indiretamente, a preservação da saúde pública, dos recursos naturais e do meio ambiente como um todo.


Palavras-chave


Educação Ambiental. Saúde pública. Descarte adequado de resíduos. Segurança do trabalho. Segurança ambiental.