Sistema Eletrônico de Administração de Eventos - UERGS, VII Salão integrado de ensino, pesquisa e extensão, III Jornada de Pós-graduação e II Seminário sobre Territorialidade

Tamanho da fonte: 
ÊXODO RURAL – UMA PESQUISA COM JOVENS DE AGUDO-RS
Giovane Rodrigo Friedrich Neu, Laurício Bighelini da SILVEIRA, Karine Daiane ZINGLER, Alberto Eduardo KNIES

Última alteração: 2017-09-11

Resumo


Há muitos anos observa-se o êxodo da população jovem do campo para os centros urbanos, influenciando o desenvolvimento rural, a agricultura familiar e a sucessão rural. Diante disso, o objetivo desta pesquisa é investigar a ocorrência e os motivos que estão levando ao êxodo da população jovem do campo para a área urbana no município de Agudo-RS. A metodologia utilizada consistiu na aplicação de questionários para coleta de dados à estudantes do 3° ano do ensino médio. Os questionários foram aplicados à 87 estudantes em 2014 e 52 em 2017, todos estudantes da Escola Estadual Professor Willy Roos, situada na zona urbana do município de Agudo-RS. Pode-se observar que a população total de jovens da zona rural em 2017 foi menor se comparado ao ano de 2014. Entretanto, o número de alunos da zona urbana, ainda não superou em quantidade o número de alunos vindo do rural, se mantendo empatados na pesquisa realizada em 2017. Por outro lado, na primeira pesquisa, constatou-se que 69% dos estudantes do meio rural não tinham a pretensão de permanecer neste meio, enquanto que, na segunda pesquisa, este valor passou para 47%, ou seja, 53% pretendem retornar ao seu local de origem, contra 31% na primeira pesquisa. Dentre os motivos apontados como causa do êxodo rural, 28% dos estudantes atribuíram a falta de opções e oportunidades de emprego, 27% a busca por um trabalho menos árduo e por mais tecnologia e, 18% a busca por qualificação. Observa-se que, apesar da desaceleração, o êxodo rural por parte dos jovens é uma realidade muito preocupante e que deve ser tratada com mais atenção por parte das autoridades competentes. Se esta migração continuar, em poucos anos haverá uma redução significativa do número de famílias no interior do município de Agudo, resultando, consequentemente, em redução da produção oriunda da agricultura familiar, o que será um problema muito mais difícil de ser revertido.


Palavras-chave


Êxodo rural. Jovens. Desenvolvimento rural.