Sistema Eletrônico de Administração de Eventos - UERGS, VII Salão integrado de ensino, pesquisa e extensão, III Jornada de Pós-graduação e II Seminário sobre Territorialidade

Tamanho da fonte: 
INFLUENCIA DE SISTEMAS DE CULTIVO SOBRE A FAUNA EDAFICA DO SOLO
Humberto Othmar Chaise Schroder, Angelo krynski Munaretto, Angelo krynski Munaretto, Douglas Wegner Kunz, Douglas Wegner Kunz, Julio Cesar Grasel Cezimbra, Julio Cesar Grasel Cezimbra, Renan Bianchetto, Renan Bianchetto, Marciel Redin, Marciel Redin, Eduardo Lorensi Souza, Eduardo Lorensi Souza

Última alteração: 2017-09-14

Resumo


O solo é essencial para os sistemas agrícolas, é a base para o plantio, semeadura e cultivo dos mais diversos alimentos produzidos pelo homem e, por este motivo, sua qualidade e diversidade são fundamentais. A fauna edáfica pode contribuir na decomposição de resíduos culturais, além de ser indicadora da qualidade do solo, sendo possível através desta, analisar o impacto de diferentes sistemas de cultivo. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a composição da fauna edáfica nos diferentes métodos de cultivo de solo. A metodologia utilizada para a coleta dos organismos do solo foram as armadilhas do tipo PROVID, instaladas no município de Três de Maio - RS. O delineamento utilizado foi em blocos causualizados, em esquema fatorial 4x8, com 8 repetições nas seguintes áreas: T1: ILP - integração lavoura pecuária, T2: fruticultura, T3: área de pastagem, T4: cultivo de grãos em sistema de plantio direto. As armadilhas permaneceram no campo durante 7 dias, sendo que após, foram levadas ao laboratório para limpeza e triagem dos organismos, para posterior identificação em nível de ordem. Foram determinadas a abundância e a diversidade da fauna edáfica nas áreas estudadas.  A área T1: integração lavoura pecuária), apresentou a maior abundância, com 2913 organismos. Isto pode ter ocorrido devido ao fato de que durante uma parte do ano a área recebe dejetos dos animais (bovinos), que servem como alimento para os microrganismos e para a fauna edáfica. Foram encontradas, nas áreas analisadas, 11 ordens, sendo a ordem Collembola a mais frequente, sendo observada em todas os sistemas de cultivo estudados, seguida pelas ordens Hymenoptera, Coleoptera e Acarina, respectivamente. A área T4: cultivo de grãos em sistema de plantio direto, apresentou a maior riqueza de ordens (11 ordens). Este resultado pode ter ocorrido em razão de que durante o ano, através dos cultivos agrícolas realizados, a área em estudo recebe a deposição, na superfície do solo, de resíduos de vegetais de diferentes espécies, que servem de alimento e possibilitam melhores condições para a sobrevivência e multiplicação dos organismos do solo. Com base no estudo realizado é possível concluir que os diferentes sistemas de cultivo do solo influenciam a composição da fauna edáfica do solo.


Palavras-chave


Palavras-chave: Organismos do solo. Integração lavoura pecuária. Fruticultura. Pastagem.