Sistema Eletrônico de Administração de Eventos - UERGS, V Salão Integrado de Ensino, Pesquisa e Extensão & Ia Jornada de Pós-graduação da UERGS

Tamanho da fonte: 
REVITALIZAÇÃO DE HORTA ESCOLAR: CAPACITAÇÃO DE ALUNOS E PROFESSORES PARA A PRODUÇÃO ORGÂNICA DE ALIMENTOS
Carla Thais Rodrigues VIEIRA, Fabiane dos Santos VIEIRA, Simone Braga TERRA

Prédio: Prédio Principal
Sala: SALA 7
Data: 2015-09-23 03:30 PM – 03:45 PM
Última alteração: 2015-09-06

Resumo


O cultivo de hortaliças orgânicas livres de resíduos de agrotóxicos e adubos químicos tem ganhado espaço nos âmbitos escolares, pois além de adquirir hábitos alimentares saudáveis e de qualidade, constituem-se numa forma efetiva de conscientização ambiental entre estudantes e professores. Objetivo geral: Revitalizar a horta da Escola Estadual de Ensino Médio Dr. Silvio Ribeiro (CAIC), no município de Santana do Livramento, RS, através da confecção de canteiros de hortaliças, utilizando adubação orgânica e práticas alternativas para manejo de pragas e plantas invasoras. Metodologia: Foram realizados quatro cursos teórico-práticos dividido em módulos mensais, de forma a dar sequência lógica às informações necessárias à implantação e manejo de uma horta, entre os meses de março e julho de 2015, com ênfase nas hortaliças de inverno. O público alvo foram os alunos do 1º ano do Ensino Médio da escola, professores das disciplinas de Química, Física e Biologia e alguns funcionários responsáveis pela horta. Resultados: Durante as aulas teóricas foi exaltada a importância das hortaliças sem resíduos de adubos químicos e agrotóxicos, que após seriam utilizados na alimentação escolar, mostrando que o uso dos estercos animais pode ser uma boa alternativa de adubação, com custo baixo e efeito adequado às plantas. Nas aulas práticas foram ensinadas noções de irrigação e capina manual, produzidas mudas de couve, salsa, espinafre e mostarda, além de efetuado o plantio de alface, beterraba e cenoura. Também foi adicionada palha nos canteiros de hortaliças, como forma de impedir o crescimento de plantas invasoras e confeccionadas armadilhas luminosas para afugentar de pássaros. Todas as ações propostas apresentaram ótima receptividade por parte dos alunos e professores da escola, demonstrando que a universidade pode ser importante agente de capacitação sobre cultivo orgânico em escolas. Conclusão: O ambiente escolar é propício para a realização de um laboratório real de práticas capazes de promover estudos e debates sobre a produção orgânica de hortaliças, além de estimular o trabalho interdisciplinar de forma dinâmica, participativa e prazerosa para todos os envolvidos. 


Palavras-chave


Olericultura. Adubação Orgânica. Desenvolvimento Regional.