Sistema Eletrônico de Administração de Eventos - UERGS, V Salão Integrado de Ensino, Pesquisa e Extensão & Ia Jornada de Pós-graduação da UERGS

Tamanho da fonte: 
ANÁLISE DO PROCESSO PRODUTIVO E DO POTENCIAL DE IMPACTO AMBIENTAL DE UMA MICRO EMPRESA DE TINGIMENTO DE ROUPAS DO MUNICÍPIO DE TRÊS PASSOS - RS
Lara Franciele VIEIRA, Maurício Studer RODRIGUES, Marciel REDIN, Ramiro Pereira BISOGNIN

Prédio: Prédio Principal
Sala: SALA 1
Data: 2015-09-24 02:45 PM – 03:00 PM
Última alteração: 2015-09-05

Resumo


O tingimento têxtil tem como propósito dar cores à materiais têxteis. Esta é uma prática que remonta há milhares de anos e é um processo que necessita de cuidado e estudo para se entender e saber quais produtos e práticas melhor se enquadram ao tipo de resultado esperado. Sabe-se que tal atividade pode acarretar muitos impactos e, consequentemente, causar alguns efeitos nocivos ao meio ambiente, principalmente quando os resíduos da produção são mal geridos. Desta forma o presente trabalho teve por objetivo quantificar o consumo das matérias-primas essenciais aos processos de tingimento têxtil, analisar os impactos gerados e verificar possibilidades de mitigação. Como metodologia realizou-se um levantamento de dados para análise do processo de lavagem e tingimento das roupas. Também foi quantificado o consumo médio de água e lenha para geração de vapor na caldeira e o consumo de matérias-primas, água e corantes para todo o processo de lavagem e tingimento. Dentre os resultados mais importantes, para o processamento de cerca de 140 peças de roupas/dia, registrou-se um consumo médio diário de 1,2 m³ de lenha de eucalipto e 1.000 litros de água para geração de vapor. Observou-se que a cada 20 kg de roupas claras utiliza-se 1.800 litros de água; para as escuras 2.100 litros; e para o jeans 2.000 litros. Portanto as roupas escuras necessitam de mais água para todo o processo devido ao maior consumo de corante. A água do processo deve ser de boa qualidade e seu pH  ajustado para 12 para maior fixação dos corantes. A totalidade da água utilizada no processo, exceto a da caldeira, é convertida em efluente. Desta forma, para minimizar os impactos a empresa possui um sistema de tratamento físico-químico do efluente e atende a legislação vigente para os parâmetros solicitados pelo órgão ambiental responsável. Contudo, identificou-se a necessidade de serem ampliados os parâmetros de avaliação, tanto do efluente, quanto para o lodo descartado no solo, uma vez que não há avaliação de nutrientes e metais nas emissões. Conclui-se, assim, que a empresa causa impactos, porém busca alternativas para minimização dos mesmos.


Palavras-chave


Tingimento de roupas, Gestão ambiental, Recursos naturais