Sistema Eletrônico de Administração de Eventos - UERGS, V Salão Integrado de Ensino, Pesquisa e Extensão & Ia Jornada de Pós-graduação da UERGS

Tamanho da fonte: 
DESPERDÍCIO DE ALIMENTOS EM UMA UNIDADE DE ALIMENTAÇÃO E NUTRIÇÃO DO MUNICÍPIO DE FREDERICO WESTPHALEN-RS
Thais SCHERER, Caroline Marangon DOURADO

Prédio: Apresentação de Pôsteres
Sala: Auditório
Data: 2015-09-25 10:30 AM – 12:30 PM
Última alteração: 2015-09-06

Resumo


Em se tratando de uma UAN um fator relevante é o desperdício de alimentos e a quantidade de sobras e restos alimentares que a unidade e os comensais geram. Dessa forma, este trabalho teve como objetivo avaliar métodos que reduzam o desperdício de alimentos em uma Unidade de Alimentação e Nutrição. Sendo realizada a pesquisa primeiramente em quatro dias, para a coleta inicial dos dados, posteriormente mais cinco dias para atividades de intervenção e na sequencia mais quatro dias de coleta de dados para verificar se houve diferença nos percentuais encontrado,sendo um trabalho contínuo sem pausas entre as etapas de coleta de dados. Os resultados obtidos na primeira semana mostraram que o percentual de sobras encontra-se em 7,56%, o qual está dentro da normalidade conforme preconiza Vaz (2006). Já o resto ingestão apresentou percentual de 5,85%, o qual também se encontra dentro da normalidade. Porém, o percentual do desperdício ficou acima do normal, em 10,20%, sendo recomendados 10%. Depois de realizadas as atividades de intervenção por meio de cartazes e um questionário de satisfação do cliente, o qual teve como resultado 24,60% dos comensais desgostaram muito da alimentação, foi realizado novamente os cálculos, e aplicado o teste estatístico T-student tendo os seguintes resultados para percentual de sobras, resto ingestão e desperdício, respectivamente: 3,94%, 3,43% e a grande melhoria apresentada para percentual de desperdício sendo 3,64%, X²= 84,41; p < 0,05. Portanto, torna-se fundamental que atividades de intervenções sejam constantemente executadas a fim de evitar o desperdício, ter um maior aproveitamento pela parte dos comensais, assim otimizando os custos para a unidade, uma vez que a longo prazo as atividades apresentarão melhores resultados.


Palavras-chave


Alimentos, Conscientização, Alimentação coletiva.