Sistema Eletrônico de Administração de Eventos - UERGS, V Salão Integrado de Ensino, Pesquisa e Extensão & Ia Jornada de Pós-graduação da UERGS

Tamanho da fonte: 
CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS: UM CONVITE À APRECIAÇÃO LITERÁRIA COM ARTE, MAGIA E ENCANTAMENTO
Natana FUSSINGER, Alessandra Tiburski FINK

Prédio: Prédio Principal
Sala: SALA 1
Data: 2015-09-25 09:45 AM – 10:00 AM
Última alteração: 2015-09-21

Resumo


O presente estudo é oriundo do projeto de extensão “Contação de Histórias: arte, magia e encantamento” que objetivou conhecer como a contação de histórias pode contribuir para o processo de construção do conhecimento, bem como a formação desse indivíduo enquanto leitor crítico. Buscou-se ainda, aprofundar os conhecimentos em torno da formação do leitor e a arte de contar histórias para as crianças da educação infantil e dos anos iniciais, promovendo melhorias no que diz respeito ao interesse das crianças desta faixa etária pela literatura infantil. A partir dessa perspectiva, o projeto de extensão de cunho qualitativo, auxiliou as atividades realizadas pelo Grupo de Contação de Histórias do Curso de Pedagogia da URI - Campus de Frederico Westphalen/RS, aprofundando os conhecimentos em torno da arte de contar histórias, bem como elaborando os protocolos de práticas realizadas pelo grupo nas instituições de ensino. Os estudos e práticas realizadas mostram que a presença da leitura na formação da criança é essencial e a contação de histórias, o ato de declamar poesias, a brincadeira com trava-línguas e cantigas, entre outros, abre espaço para que a criança possa adquirir novos conhecimentos, sentir emoções e viajar por mundos conhecidos e desconhecidos e, principalmente, incentiva a criança a querer ler cada vez mais. Sendo assim, promoveu-se a consciência por parte dos professores envolvidos nos momentos de contação de histórias e dos acadêmicos voluntárias do grupo, de adquirirem conhecimentos e habilidades para contar histórias Acredita-se que a arte de contar histórias sempre foi e será um meio importante em nossa sociedade, por transmitir de geração em geração tradições e culturas encontradas atualmente através da literatura infantil escrita nos livros e também em meios digitais. De fato a prática de contar histórias, permanece encantando os pequenos leitores com sua maneira expressiva, alegre e dinâmica de traduzir o enredo que está escrito nos livros de literatura infantil. Isso tudo, desperta o gosto pela leitura desde cedo, o que consequentemente, possibilita a formação de leitores, que reconhecem através dos momentos de contação de histórias a literatura como encanto, prazer e magia e não como obrigação ou simples tarefa escolar.


Palavras-chave


Literatura infantil. Contação de histórias. Formação do leitor.