Sistema Eletrônico de Administração de Eventos - UERGS, V Salão Integrado de Ensino, Pesquisa e Extensão & Ia Jornada de Pós-graduação da UERGS

Tamanho da fonte: 
PRODUÇÃO DE CULTIVARES DE BATATA-DOCE CONSORCIADAS COM MILHO PIPOCA CRIOULO EM SISTEMA DE PRODUÇÃO ORGÂNICA NA REGIÃO NOROESTE DO RS
Domenico Marcelo RAFAELE, Danni Maisa da SILVA, Divanilde GUERRA, Mastrangello Enivar LANZANOVA, Fernanda Hart WEBER, Eduardo Lorensi de SOUZA, Jeorge Schwendler dos SANTOS, Flávio Da Silva WOLMNANN, Natane Thaís SIMON, Marciel REDIN

Prédio: Apresentação de Pôsteres
Sala: Auditório
Data: 2015-09-25 10:30 AM – 12:30 PM
Última alteração: 2015-09-06

Resumo


O iminente esgotamento dos recursos naturais e o impacto sobre o entorno ambiental causados pelo atual modelo produtivo agrícola, especialmente implantado após o processo da Revolução Verde, nos mostram, de forma cada vez mais clara, os limites naturais ao crescimento econômico ilimitado. É neste contexto, que se torna crucial o estímulo à pesquisa científica de propostas de produção agrícola de modelo sustentável que se baseiem no manejo ecológico do solo. Nas pequenas propriedades rurais, de agricultura familiar como no Noroeste do RS, ainda são preservadas e utilizadas algumas técnicas de cultivo como os consórcios e espécies alternativas de produção, porém utilizadas de forma cultural, rudimentar, e principalmente, com pouca preocupação com o meio ambiente. Assim, o projeto de pesquisa financiado pelo CNPq pretende avaliar o potencial e eficiência produtiva do consórcio de batata-doce com milho pipoca crioulo em sistema de produção orgânica com enfoque de agricultura sustentável e valorização do meio ambiente. O experimento com parcelas de 11,25 m2 (3 x 3,75 m) será conduzido na área experimental da ETEC, em Bom Progresso, RS. O milho pipoca crioulo será semeado em com espaçamento de 75 cm entre as linhas. Nas entre linhas do milho pipoca serão implantadas as cultivares de batata-doce (BRS Amélia, BRS Rubissol, BRS Cuia e uma cultivar crioula). Todos os tratos culturais de controle de plantas invasoras, de pragas, doenças e adubação será realizada de forma Agroecológica. Será avaliada a produtividade e valor nutricional do milho pipoca crioulo e batata-doce nos cultivos solteiros e consorciados. Além disso, será avaliada a fauna edáfica do solo, competição das plantas no consórcio e a eficiência produtiva dos sistemas solteiros e consorciados com batata-doce. Com o presente projeto espera-se resgatar e introduzir técnicas de cultivos alternativos de policulturas em consórcio dentro do enfoque agroecológico, sustentabilidade e preservação do meio ambiente. Ainda, espera-se que o consórcios de milho pipoca com cultivares de batata-doce apresentem maior eficiência produtiva, se comparado aos cultivos solteiros. Por fim, aspira-se que a divulgação dos resultados obtidos permita iniciar uma nova perspectiva de produção e renda, e principalmente alimentação para a população regional do Noroeste do RS. 

Palavras-chave


Agroecologia. Segurança e Soberania Alimentar. Resgate Cultural. Cultivares Crioulas. Consórcio de Espécies.