Sistema Eletrônico de Administração de Eventos - UERGS, V Salão Integrado de Ensino, Pesquisa e Extensão & Ia Jornada de Pós-graduação da UERGS

Tamanho da fonte: 
FEMINISMO E EDUCAÇÃO: PARA ALÉM DA TRANSVERSALIDADE
Aline Batista da SILVA, Jéssica Fontoura MARQUES, Viviane Castro CAMOZZATO

Prédio: Apresentação de Pôsteres
Sala: Auditório
Data: 2015-09-24 05:00 PM – 07:00 PM
Última alteração: 2015-09-17

Resumo


O presente trabalho tem por objetivo pôr em pauta a importância de se debater acerca do feminismo em diversos âmbitos sociais, sendo um deles o educacional, assim como estabelecer uma ligação entre a importância de tal movimento e sua ligação com a educação. Para tal, primeiramente será feito um breve percurso acerca da relação educação/ feminismo ao longo dos tempos, a influência do movimento, especificamente no Brasil, e sua repercussão na cena educacional. Levando-se em consideração que a discussão sobre o feminismo encontra-se em voga, seja motivada pelo apelo midiático nas redes sociais, por coletivos e movimentos universitários ou pelo simples fato da transcendência encontrada na temática, torna-se imprescindível a necessidade, cada vez mais evidente, de fomentar e instigar debates em torno do feminismo, levando a discussão para além da temática transversal, e sim como uma rotina a ser aplicada efetivamente e diariamente em sala de aula, com um aspecto livre de estigmas e dogmas, procurando sempre a busca pela equidade acima de tudo. Considerando tais justificativas, propomos que os educadores e educandos façam parte dessa discussão, contribuindo para a interação do ser com o seu próprio meio, a partir de atividades pedagógicas, palestras e até mesmo nas rodas de conversa, para assim democratizar o saber, quebrar paradigmas e fortalecer as relações sociais, sociedade esta repleta de personagens que possuem sua singularidade e diversidade, todos com os mesmos direitos.

 



Palavras-chave


Feminismo, educação, debate social