Sistema Eletrônico de Administração de Eventos - UERGS, VI Salão Integrado de Ensino, Pesquisa e Extensão & IIa Jornada de Pós-graduação da UERGS (ISSN: 2448-0010)

Tamanho da fonte: 
TEORIA E PRÁTICA NA CONSTRUÇÃO DO PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO DE UMA ESCOLA MUNICIPAL DE ALEGRETE, RS
Ivana Almeida SERPA, Denize SOUZA, Edilma Lima

Última alteração: 2016-09-12

Resumo


O projeto político-pedagógico da escola não é apenas um documento de caráter obrigatório, mas um importante instrumento de construção coletiva da organização pedagógica como um todo, tendo em vista a vivência dos alunos e comunidade escolar. Dessa maneira, a escola visa à melhoria da qualidade de ensino e o planejamento político e pedagógico de suas atividades de forma a solucionar os problemas que a instituição de ensino enfrenta, por meio de sua democratização. Assim, o objetivo do estudo foi analisar o projeto político-pedagógico da escola e interpretar os dados observados em comparação com as práticas realizadas no âmbito escolar. Como metodologia, adotamos a observação de caráter não participante, realizada por meio de análise documental em uma Escola Municipal de Educação Básica de Alegrete, RS, como uma proposta do componente curricular Projeto Político-Pedagógico. Ao entrar em contato com a escola, a direção mostrou-se receptiva, acolheu nosso pedido de análise do projeto político-pedagógico e nos informou sobre a desatualização do documento, construído em 2010. A partir da leitura, foi possível observar as características da escola, de seus alunos, professores e comunidade, a constituição da identidade escolar, e constatar, através da realidade institucional, os seus maiores desafios, metas e objetivos a serem alcançados. Atualmente, a escola enfrenta diversos problemas como falta de recursos financeiros, falta de profissionais, infraestrutura inadequada, porém encontra-se em reforma de seu espaço físico para melhor atender alunos e comunidade. Dessa forma, contribuirá para a qualidade de ensino, no que diz respeito à oportunidade de acesso e disponibilidade de recursos pedagógicos e atividades, oferecendo as mínimas condições dentro da escola. Concluímos, que o projeto político-pedagógico da escola analisada foi construído de acordo com a realidade vivenciada tanto pela comunidade quanto pelos profissionais que nela atuam, retratando as questões e os problemas centrais que precisam ser solucionados. A gestão democrática, nesse contexto, tem papel fundamental na garantia de transparência, na conquista de sua relativa autonomia e na participação de todos os envolvidos no processo de decisão.


Palavras-chave


Projeto Político-Pedagógico. Escola. Comunidade. Gestão Democrática.