Sistema Eletrônico de Administração de Eventos - UERGS, 5º Seminário Institucional PIBID/UERGS: Compartilhar Experiências, Docência, Pesquisa, Arte e Ambiente

Tamanho da fonte: 
OFICINA DE VIOLÃO NA EMEF CINCO DE MAIO: UMA ATIVIDADE DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA DO PIBID
Leonardo Ferreira de Mattos, Thales Herrmann Sant'Anna, Cristina Rolim WOLFFENBÜTTEL

Prédio: Prédio 01
Sala: Auditório
Data: 2016-09-02 09:20 PM – 09:40 PM
Última alteração: 2016-08-30

Resumo


Este trabalho encontra-se inserido nas atividades desenvolvidas através do Subprojeto Música, do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID), da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul. É realizado na Escola Municipal de Ensino Fundamental Cinco de Maio, na cidade de Montenegro/RS. É um relato de experiência, em fase inicial, que se configura em uma oficina de violão. Essa oficina surgiu para suprir uma demanda de solicitações dos alunos da referida escola. Com o intuito de integrar as ações do PIBID com as necessidades da escola, a oficina foi planejada como objetivo de musicalizar alunos da escola, através do ensino do instrumento musical, neste caso, o violão. A metodologia utilizada para a realização da oficina inclui a pesquisa-ação, que se apresenta adequada, à medida que possibilita o planejamento, a implementação, a avaliação e o replanejamento das atividades, o que permite o exercício da docência em fase inicial, como é o caso de estudantes de licenciatura em música. Assim, dentre as ações metodológicas planejadas, já foram realizadas as etapas de apresentação do instrumento musical e suas modalidades de execução, sendo desenvolvidas as práticas instrumentais em conjunto e trabalhadas as propriedades do som. Servem como recursos o notebook e o caderno, sendo o principal material utilizado os materiais impressos, com especificidades musicais, os quais os alunos podem levar para casa a fim de experienciar. As oficinas têm uma duração de 50 minutos e ocorrem no contraturno, em uma sala de aula da escola. Os materiais utilizados para a realização da oficina são os violões da escola. Ao todo foram ofertadas oito vagas por oficina, sendo oferecidas aos alunos de terceiros e quintos anos para o turno da manhã, e de sétimos e oitavos anos para o período da tarde. Mesmo com as atividades iniciais na oficina de violão, já foi possível observar resultados positivos em se tratando do aprendizado da música através do ensino de um instrumento musical, no caso, o violão. Pretende-se, na continuidade da oficina, aprimorar cada vez mais o ensino musical auxiliando, assim, na ampliação do saber musical em sintonia com o saber escolar como um todo.

Palavras-chave


Educação Musical; Música na Escola; Ensino de Violão; Pibid; Oficina de Música